Arte na parede: dicas de composição com posters

Fizemos um guia super completo pra te ajudar a dar uma vida naquela parede sem graça, no corredor de entrada abandonado e no cantinho do banheiro que tá precisando há tempos.

Vamos direto ao ponto?

A regra de ouro

Ela é simples, ela é fácil. Você vai aprender em 10 segundos e seu jeito de pensar decoração vai mudar pra sempre:

Respeite os tamanhos das coisas

Quando falamos tamanhos das coisas, assim genericamente, é pra ser bem abrangente mesmo: nada de deixar um poster solitário flutuando numa parede enorme, nada de prender três quadros com 1km de distância entre eles. Aprenda a entender o que cada área pede, respeitando os tamanhos das coisas.

Vamos jogar essa regra na prática das composições, pra ficar mais fácil de entender, porque exercício é a alma de qualquer trabalho criativo.

O grid perfeito

Esse é o mais fácil: os quadros podem ou não ter o mesmo tamanho, mas a distribuição é uniforme e a separação entre eles é fixa. A composição final é um bloco bem definido. Aqui, o que mais importa é medir direitinho! O grid funciona super bem em conjunto com móveis maiores (cama, mesa, sofá, aparador).

Como pendurar quadros: Grid perfeito

Nossa dica é deixar 5cm de espaço entre quadros maiores (como o A2), 4cm entre os ou 3cm entre os menores (A3 e A4).

Lembre-se: respeite o tamanho das coisas! Nada de espaçar um monte de A4 numa parede enorme.

O grid louquito

Também conhecido como Gallery Wall, esse grid-que-não-parece-grid funciona pra unir o máximo de informação visual em espaços grandes, mas ainda assim mantendo uma certa ordem. Funciona super bem naquela parede enorme da sala e no home office:

Como pendurar quadros: Gallery Wall

Nossa dica é começar a montagem do meio pras pontas: posicione o poster central (em gera, o maior deles) e componha os outros uniformemente ao seu redor, radialmente. Não pense muito, apenas tente manter o balanço visual sem pesar pra um lado ou pro outro. Mantenha o mesmo espaçamento entre todos os itens.

Andando na linha

Pra corredores longos ou halls de entrada, pra parede em branco ao lado da janela, pro cantinho do banheiro. Os posters não precisam ser do mesmo tamanho, mas precisam estar uniformemente espaçados.

Na composição vertical, é mais comum alinhar os posters pelo centro, mas também dá pra ousar na esquerda ou direita. Na composição horizontal, tanto faz: alinhar pelo topo, base ou meio – não tem regra, escolha o que te animar mais.

Como pendurar quadros: Linha guia

Pré-montagem

Fechou a composição? É hora do teste da vida real:

  • Desenhe seus quadros já com moldura em papel (jornal ou pardo), no tamanho certinho, e recorte.
  • Marque também no papel a altura do jacaré ou ganchinho, pra simular a posição do furo da parede.
  • Cole seus posters-de-papel no espaço desejado, com fita adesiva.

Dê uns passinhos pra trás. Tá alinhado? Tá espaçado? Ficou bonito e balanceado? Prego e martelo: pode furar, tirar o papel da parede e pendurar seus posters. Ou, se você for como a gente, colar tudo com fita banana :)

Moldura boa e barata

Antes de mais nada, queremos lembrar que você não precisa emoldurar seus posters e demos diversas dicas pra gastar menos e ser criativo aqui. Na Colab55 também temos posters em MDF, Metal, azulejos decorativos e flâmulas, que dispensam a moldura e já vêm prontinhos pra usar.

Dito isso, adoramos molduras: achamos que elas dão aquele acabamento especial pra sua obra de arte. Especialmente aquelas que saem bem baratinhas e nos deixam trocar a arte de tempos em tempos. Por isso somos fãs dos chamados "Kit Moldura", que você encontra em diversas lojas online, compra e faz você mesm@, por exemplo:

E agora?

Agora voce corre na Colab55 e escolhe os seus:

Escolher posters »