Todas as (muitas) cores de Matheus Fernandes

Ele é mais famoso pelo apelido, Math.

O designer de moda de 28 anos que se diz "do time da felicidade e das cores", veste muitos chapéus: de direção de arte em projetos audiovisuais a guru de processos criativos e tendências.

E ainda tem tempo de manter um blog delicioso e um canal de YouTube pra falar das paixões atuais: DIY, festas e decor. Excelente curador, o feed do Math no Instagram é uma verdadeira obra de arte.

Mas não foi sempre assim. Matheus nos contou seu principal desafio: superar a síndrome de impostor.

O caminho criativo começou ainda na infância, quando espantava o tédio desenhando croquis de vestidos de noivas, copiava os rostos da sessão de maquiagem das revistas de moda e, por fim, se dedicava às capas e ilustrações do material escolar.

Pra chegar no seu estilo lúdico e divertido, não teve treinamento formal. Aprendeu um pouco sobre desenho de moda na faculdade e todo o resto foi autodidata. Agora, tem curtido muito o resultado do seu trabalho, pela primeira vez com tanta plenitude:

A síndrome do impostor sempre me acompanhou, antes mesmo de inventarem um nome pra isso. Eu nunca sentia que o resultado estivesse realmente legal ou achava que as pessoas poderiam admirar o que eu produzia.

Math: a gente admira! Vamos pro bate-papo?

Duas dicas para quem quer começar

A primeira dica é uma que um colega me deu durante a faculdade e mudou minha vida: simplifique. Levo isso pra vida hoje e acho que interfere diretamente nas minhas ilustrações.

A segunda dica seria: não apresse as coisas. A descoberta do nosso jeito de fazer uma determinada coisa acontece enquanto a gente descobre quem somos de verdade.

Duas cores para combinar

No momento, rosa e amarelo.

Duas músicas para inspirar

The Paper Kites - Electric Indigo
Mahmundi - Eterno Verão

Dois lugares para viajar

Palermo Soho, em Buenos Aires, onde eu me sinto totalmente em casa mesmo fora de casa. Consigo notar uma relação da cidade e das pessoas com o design e isso me faz muito bem, sem contar que tudo lá é lindo, fofo, inspirador.

Também amo Colônia del Sacramento, no Uruguai; é um lugar incrível, com uma aura tão deliciosa e relaxante que, apesar de ser minúsculo, eu acho que poderia passar um mês e ainda descobrir coisas novas.

Dois sites para passear

Vale o meu? Sério, tenho passado por um momento de muitas descobertas pessoais e tô em lua de mel com meus novos processos e métodos de executar minhas produções: Blog do Math

E, pra não ficar muito egocêntrico (risos), vou indicar dois sites maravilhosos que sempre me deixam inspirado:

  • Trendland, que fala de arte, design e inovação mostrando coisas legais do mundo inteiro

  • Knstrct, no mesmo estilo, mas direcionado para arquitetura, outra paixão da minha vida

Duas referências para registrar

Atualmente tenho me inspirado muito no trabalho do Jimmy Marble, um fotógrafo de moda que trabalha luz e cores de forma sensacional.

E também na ban.do, pelo design de produto, pela direção de arte e pela forma sensível de entender e despertar desejos nos millennials, essa geração tão exigente.

Dois livros para devorar

Pictures, do Tim Walker
I Just Want You To Love Me, do Miles Aldridge

Dois filmes para emocionar

Apenas Grande Hotel Budapeste, que me fez chorar lágrimas de channel pela estética sempre impecável do Wes Anderson (outra referência pra vida).

Dois Studios da Colab55 para elogiar

@vitormrtns
@camixvx

Duas artes da Colab55 para admirar

Duas palavras para nortear

Simplicidade e diversão.

Compre @blogdomath

Studio na Colab55